Dispositivo de barras para medir acuidade visual de bebês, crianças em idade pré-verbal e de pessoas que têm deficiências múltiplas.

É uma técnica de exame que consiste em injetar um contraste (fluoresceína sódica) em uma veia do antebraço ou mão para ver e fotografar seu trajeto nos vasos do globo ocular.

São realizadas fotografias com filtro infravermelhos logo após a administração endovenosa do corante, com distintas etapas para analise das imagens. O paciente deverá acompanhar a mira que direciona o olhar e deverá ficar com o braço esticado em que a veia foi puncionada nos 5 a 10 minutos iniciais do exame.

A Autofluorescência é um exame que conta com alta tecnologia para avaliar o metabolismo da retina sem a necessidade de injeção de corante.

O exame oftalmológico sob narcose é necessário quando o paciente é bebê, criança ou pacientes de baixa colaboração, o que impede a realização dos exames em condições normais.

O exame de biometria é utilizado para medir as estruturas oculares e de uso obrigatório para cálculo da (LIO) lente intraocular que substituirá o cristalino na facectomia. Também é utilizado para diagnosticar a atrofia do globo ocular com diminuição do diâmetro antero-posterior; e diagnosticar e acompanhar o desenvolvimento de patologias que causam o aumento de tamanho do globo ocular, como no glaucoma congênito.

Ultrassom utilizado para medir as estruturas oculares e de uso obrigatório para cálculo da lente intra-ocular que substituirá o cristalino na facectomia.

Avalia os defeitos do campo visual e escotomas causados por algumas patologias neurológicas ou oculares.

São aferições de pressão intra-ocular no decorrer de um ou vários períodos do dia, essas medidas são feitas normalmente de 3 em 3 horas.

A ultrassonografia é um exame muito utilizado para avaliação das estruturas internas do globo ocular (ex. cristalino, cavidade vítrea, retina) e cavidade orbitária (ex. músculos, nervo óptico, gordura orbitária).

Estuda a função do nervo – óptico e vias ópticas.

Registro fotográfico de alterações de disco óptico ou papila. Fotografias realizadas com luz branca intensa, para registrar forma, contornos, relevo, tamanho coloração e escavação do disco óptico.

Fotodocumentação digital de cortes ópticos com lâmpada de fenda.


 - Mácula

- Nervo óptico

A gonioscopia é um exame utilizado para avaliar o ângulo da câmara anterior, íris e superfície do cristalino com lentes de aumento em contato com a córnea.

Envolve um exame oftalmológico completo com indicação, prescrição, adaptação e controle dessa lente no olho do usuário.

Avalia a mácula, o nervo óptico e a periferia do globo ocular que não pode ser vista no exame de fundoscopia direta.

Permite a avaliação anatômica e funcional das células endoteliais da córnea fornecendo dados importantes dessa camada, tais como densidade ou número de células por milimetro quadrado, homogeneidade dos tamanhos, alteração das formas e avaliação da vitalidade celular.

A retina apresenta pigmentos maculares chamados luteína e zeaxantína. Estes pigmentos tem uma função importante na proteção da mácula da luz azul nociva e ajudam a manter a função da mácula.

A Tomografia de Coerência Óptica (OCT) de córnea e segmento anterior é um instrumento versátil da anatomia da córnea e do segmento anterior.

É um equipamento baseado na tecnologia de laser confocal de varredura que permite o registro de olho. O Spectralis representa a mais moderna geração de exames de diagnóstico por imagem na oftalmologia.

É o único tonômetro que mede a Histerese da córnea que permite medir a progressão do glaucoma. A histerese da córnea indica as propriedades biomecânicas da córnea, diferente dos exames que medem a espessura ou a topografia (atributos geométricos).

O Orbscan é um tomógrafo de córnea e um sistema de análise de segmento anterior que fornece até 32 opções de mapas do segmento anterior do olho, destacando mapas de elevação, inclusive elevação posterior, mapa paquimétrico, mapas axiais ceratométricos, tangenciais, etc.

Este método de medida da acuidade visual avalia o potencial de acuidade visual mesmo em caso de opacidade relativa de meios (catarata, hemorragia vítrea, leucoma).

Consiste num exame ultrassônico que mede com exatidão a espessura da córnea.

Fotografar e registrar o fundo de olho de pacientes com suspeita de doenças de retina.

Tem por finalidade perceber o pico da pressão. O paciente fica mais ou menos 2 horas sem ingerir líquido, chegando ao consultório afere a pressão, depois de ingerir 1 litro de água e sua pressão é medida em 5 em 5 minutos, até voltar a pressão inicial.

É um tonômetro digital, que fornece a saída numérica da pressão intraocular (PIO), proporcionando uma medida direta e precisa da PIO, que não depende das variações individuais das propriedades da córnea.

Tonometria é o processo de medição da pressão intraocular através de várias técnicas.

Mapeia a curvatura da córnea baseada em princípios de reflexão de anéis concêntricos na superfície da córnea com precisão em mais de 7.000 pontos.