É o único tonômetro que mede a Histerese da córnea que permite medir a progressão do glaucoma. A histerese da córnea indica as propriedades biomecânicas da córnea, diferente dos exames que medem a espessura ou a topografia (atributos geométricos).

Os dados da Histerese da córnea foram significativamente associados com risco de progressão do glaucoma. Olhos com menor Histerese de córnea tiveram taxas mais rápidas de perda de campo visual do que aqueles com maior Histerese de córnea.

Além de coletar dados da histerese corneana, o ORA fornece a medida da pressão intra-ocular compensada (IOPcc), uma indicação mais confiável da real pressão intraocular, e provou ser menos influenciado pelas propriedades da córnea do que outros métodos.