CBV – Hospital de Olhos

Tratamentos

Reabilitação Visual na Retinopatia Diabética

A reabilitação visual pode ajudá-lo a superar os desafios de viver com a Retinopatia Diabética.

O que é Retinopatia Diabética?

A Retinopatia Diabética é causada por vazamentos em vasos sanguíneos e artérias que danificam a retina – a fina camada de tecido atrás do olho que nos permite enxergar. A Retinopatia Diabética afeta pessoas com diabetes avançada ou longo prazo.

Como a Retinopatia Diabética afeta a visão?

Pessoas com Retinopatia Diabética geralmente apresentam visão embaçada ou distorcida, diminuição na habilidade de ver detalhes, dificuldade para ler, aumento da sensibilidade à luz, redução da visão das cores e uma necessidade maior por luminosidade.

O que pode ser feito?

A reabilitação visual pode ajudá-lo a ganhar as habilidades e a confiança para viver normalmente com a perda de visão.

Uma equipe de profissionais lhe fornecerá:
• Aconselhamento para ajudá-lo a enfrentar a perda de visão e os seus sentimentos;
• Técnicas para se movimentar com segurança em casa ou na vizinhança;
• Apoio para usar aparelhos ópticos ou sistemas de ampliação eletrônicos receitados pelo oftalmologista para maximizar a visão existente e ajudá-lo a continuar a ler;
• Novas maneiras seguras para realizar tarefas em casa, assim como cozinhar, controlar as finanças e assuntos pessoais;
• Conhecer e usar as últimas tecnologias no uso do computador, podendo acessar a internet e o e-mail.
• Os profissionais de reabilitação visual têm amplos conhecimento e podem ajudá-lo a encontrar soluções para as suas necessidades especiais. Adaptação práticas que podem ajudá-lo com a perda da visão pela Retinopatia Diabética incluem:
• Implementar a iluminação (lanternas superpotentes, luminárias flexíveis ou ajustáveis);
• Redução da claridade através da escolha de lâmpadas que funcionem melhor para você (algumas pessoas preferem fluorescentes) e uso de lentes coloridas;
• Programas de computadores que falam e imprimem em letras grandes para uso em domicílio, no trabalho ou na escola;
• Maneiras alternativas de leitura que incluem letras grandes ou livros, revistas e jornais em áudio, assim como tecnologia adaptável para acessar livros eletrônicos na internet;
• Etiquetação de medicamentos e técnicas organizacionais;
• Etiquetas para equipamentos com botões, e objetos domésticos, marcados com furinhos em alto-relevo que o ajudem a distinguir objetos similares;
• Guias de leitura/escrita, papéis com linhas escuras, canetas especiais que permitam sentir a escrita em preto, telefones e relógios com números grandes e mecanismos sonoros;

Técnicas de segurança para minimizar danos e obstáculos, assegurando que você possa se movimentar e realizar tarefas domiciliares com independência.

Estas práticas, embora muito úteis, não serão aplicadas da mesma forma para todas as pessoas, e somente alguns profissionais especializados podem ensiná-lo. É por isso que é muito importante que você se consulte com um profissional de reabilitação visual.

Os especialistas em reabilitação visual podem ajudá-lo a administrar sua vida: em casa, no trabalho, na comunidade e em todas as etapas da vida. Pergunte ao seu médico sobre a reabilitação visual e como estes serviços especializados podem melhorar sua qualidade de vida.

Lentes de Contato

A Lente de contato feita de vidro soprado foi idealizada no fim do século XVIII. Hoje, com os grandes avanços nos materiais e aos desenhos, se transformaram em pequenos recursos ópticos colocados na face anterior do olho com excelente facilidade de adaptação.

3 tipos de lentes básicas:

– Lentes de Contato Rígida (gás permeável);

– Lentes de Contato Gelatinosa;

– Lentes de Contato Híbrida.

Quais são as principais indicações de lente de contato

– Acuidade Visual: a acuidade visual nas lentes bem adaptadas melhor que a alcançada por óculos;

– Função Corretiva: nas grandes irregularidades corneanas por cicatrizes, ceratocones avançados e degenerações;

– Efeito Terapêutico: são usadas para tratamento de edemas corneanos. Para alguns casos do olho seco e para proteção do atrito córneo-palpebral;

– Efeito Estético: para mudar a cor dos olhos durante seu uso;

– Efeito Cosmético: corrige distorções de coloração e formato do olho.

Lentes de Contato Especiais:

– Para Albinismo com filtragem dos raios solares;

– Para Oclusão ocular em casos de visão dupla (Diplopia);

– Na Ortoceratologia, lentes de desenhos especiais que são usadas ao dormir e retiradas no outro dia com obtenção de boa visão durante o dia seguinte.

Cada tipo de lente de contato tem indicações precisas definidas pelo médico, após cuidadosa investigação clínica e exames complementares. Toda lente de contato não deixa de ser um corpo estranho e portanto deve ser testada, adaptada e acompanhada por médico oftalmologista.

“Adaptação de Lente de Contato é um Ato Médico”.

Como cuidar de sua Lente de Contato

Para o bom uso das lentes é necessário uma série de cuidados básicos que devem ser seguidos criteriosamente pelo usuário, sob o risco de aparecerem complicações indesejáveis e até mesmo perigosas aos olhos:

– Lave bem as mãos antes de manusear as lentes;

– Lave as lentes somente com os produtos de limpeza indicados pelo oftalmologista;

– Mantenha o estojo das lentes sempre limpo, trocando-o regularmente;

– Nunca limpe as lentes com água corrente ou saliva;

– Não deixe as lentes entrarem em contato com substâncias gordurosas tais como creme, pomadas ou produtos em aerossol;

– Mantenha sempre o protetor do ralo na pia ao manipular as lentes;

– Não ultrapasse o tempo de uso sugerido pelo médico;

– Sempre que os olhos irritarem demasiadamente, suspensa o uso das lentes e procure seu oftalmologista;

– Evite pegar as lentes com objetos pontiagudos ou com as unhas;

– Feche bem os olhos no banho ou ao lavar o rosto, para evitar que respingue sabonete nos mesmos;

-Devido ao alto risco de contaminação, deve-se evitar o uso de lente de contato em saunas;

– O uso de óculos escuros sobre as lentes de contato não é obrigatório, mas pode trazer mais conforto durante o uso em ambientes muito claros.

Visão Subnormal

Quais são as causas da Visão Subnormal?

A visão subnormal pode ser causada por diabetes, glaucoma, catarata, acidentes, doenças hereditárias, congênitas e/ou relacionadas à idade, sendo a degeneração macular do idoso, a mais comum delas.

Como melhorar a visão subnormal?

Existem três tipos de recursos para esse fim: os ópticos, que são representados por sistemas telemicroscópicos – oculares especiais, lentes de contato e lupas especiais; os não ópticos, que facilitam a visão através de impressos ampliados, controle de iluminação, auxílios para postura, contraste, entre outros; e os eletrônicos, aqueles que integram sistemas ópticos para ampliação de imagem, círculos de vídeo e recursos de informática.

Basta adquirir e usar um recurso especial para obter um bom resultado na visão subnormal?

Não. A Clínica de Visão Subnormal necessita de uma avaliação cuidadosa do paciente, devendo esta ser realizada pelo oftalmologista. Assim, o recurso adequado a cada caso é devidamente escolhido e o treinamento para adaptação é orientado por profissionais especializados, de forma que o paciente possa alcançar o melhor de sua visão residual.

Reabilitação visual no glaucoma

O que é Glaucoma?

Principal causa de cegueira irreversível, o glaucoma é uma doença ocular praticamente sem sintomas, o que a torna difícil de ser detectada. Aos poucos, o nervo óptico se deteriora, provocando diminuição progressiva da visão periférica. Sem o tratamento adequado, pode ocasionar a perda total da visão.

Com o glaucoma: o que se pode fazer?

Os serviços de reabilitação visual podem ajudar você a adquirir as habilidades e a confiança necessárias para administrar sua vida. Dependendo das suas necessidades pessoais, os especialistas em reabilitação visual podem auxiliá-lo em várias áreas, incluindo:

– Indicar técnicas para locomover-se com segurança e movimentar-se pela sua casa, escritório ou escola;

– Receitar dispositivos óticos para maximizar a visão existente e ajudá-lo a ler;

– Ensinar novos métodos para realizar, com segurança, as tarefas cotidianas em casa, assim como cozinhar, administrar finanças e cuidados pessoais;

– Conhecer e usar as últimas tecnologias para usar o computador, acessar a internet e o e-mail; e

– Aconselhamento para ajudá-lo a enfrentar a perda de visão e os seus sentimentos.

Os especialistas em reabilitação visual lhe fornecem soluções práticas para enfrentar os desafios diários de viver com perda de visão. Algumas recomendações gerais para as pessoas que padecem de glaucoma são:

– Eliminar ou reduzir os reflexos quando for possível, por exemplo, utilizar um forro para eliminar o brilho de superfícies brilhantes ou de mesas polidas;

– Colocar sua televisão longe de janelas ou outras fontes de luz;

– Usar cores que contrastem para ressaltar os objetos (tais como o uso de um prato de cor clara); para evitar obstáculos, (faixa de segurança colorida ou posicionada para indicar o caminho livre de obstáculos alertando para escadas e marcos de portas); para organizar seus móveis e vestuário (alternando roupas de cores escuras e roupas de cores claras em seu armário, por exemplo);

– Marcar frascos de remédios, comida enlatada e outros objetos da casa com materiais perceptíveis ao tato, tais como bandas elásticas ou de feltro – ou criar etiquetas com letras grandes – para ajudá-lo a distinguir objetos similares uns dos outros;

– Os especialistas em reabilitação visual podem ajudá-lo a administrar sua vida: em casa, no trabalho, na comunidade e em todas as etapas da vida. Pergunte ao seu médico sobre a reabilitação visual e como estes serviços especializados podem melhorar sua qualidade de vida.

O que é Glaucoma?

Principal causa de cegueira irreversível, o glaucoma é uma doença ocular praticamente sem sintomas, o que a torna difícil de ser detectada. Aos poucos, o nervo óptico se deteriora, provocando diminuição progressiva da visão periférica. Sem o tratamento adequado, pode ocasionar a perda total da visão.

Com o glaucoma: o que se pode fazer?

Os serviços de reabilitação visual podem ajudar você a adquirir as habilidades e a confiança necessárias para administrar sua vida. Dependendo das suas necessidades pessoais, os especialistas em reabilitação visual podem auxiliá-lo em várias áreas, incluindo:

– Indicar técnicas para locomover-se com segurança e movimentar-se pela sua casa, escritório ou escola;

– Receitar dispositivos óticos para maximizar a visão existente e ajudá-lo a ler;

– Ensinar novos métodos para realizar, com segurança, as tarefas cotidianas em casa, assim como cozinhar, administrar finanças e cuidados pessoais;

– Conhecer e usar as últimas tecnologias para usar o computador, acessar a internet e o e-mail; e

– Aconselhamento para ajudá-lo a enfrentar a perda de visão e os seus sentimentos.

Os especialistas em reabilitação visual lhe fornecem soluções práticas para enfrentar os desafios diários de viver com perda de visão. Algumas recomendações gerais para as pessoas que padecem de glaucoma são:

– Eliminar ou reduzir os reflexos quando for possível, por exemplo, utilizar um forro para eliminar o brilho de superfícies brilhantes ou de mesas polidas;

– Colocar sua televisão longe de janelas ou outras fontes de luz;

– Usar cores que contrastem para ressaltar os objetos (tais como o uso de um prato de cor clara); para evitar obstáculos, (faixa de segurança colorida ou posicionada para indicar o caminho livre de obstáculos alertando para escadas e marcos de portas); para organizar seus móveis e vestuário (alternando roupas de cores escuras e roupas de cores claras em seu armário, por exemplo);

– Marcar frascos de remédios, comida enlatada e outros objetos da casa com materiais perceptíveis ao tato, tais como bandas elásticas ou de feltro – ou criar etiquetas com letras grandes – para ajudá-lo a distinguir objetos similares uns dos outros;

– Os especialistas em reabilitação visual podem ajudá-lo a administrar sua vida: em casa, no trabalho, na comunidade e em todas as etapas da vida. Pergunte ao seu médico sobre a reabilitação visual e como estes serviços especializados podem melhorar sua qualidade de vida

Fale com
atendente