Mapeamento de retina

Avalia a mácula, o nervo óptico e a periferia do globo ocular que não pode ser vista no exame de fundoscopia direta.

Aplicação clínica:

– Constitui um grande auxílio no diagnóstico das patologias retinocoroidites (vasculares inflamatórias e degenerativas);

– Patologias vasculares de retina: diabetes, hipertensão arterial sistêmica, oclusões vasculares, anemia falciforme e outras;

– Processos inflamatórios: retinites, coroidites, neurites, para planites, esclerite posterior e outros;

– Processos degenerativos: degenerações maculares, distrofias retinianas, retinose pigmentar e outros;

– Hemorragias;

– Tumores: nevus de coróide, melanomas, hemangiomas, hamartomas, osteomas, Tumores vasculares e outros.

Técnica:

Duração: aproximadamente 15 minutos

Dilatação pupilar: Sim