Lentes de contato

A lente de contato feita de vidro soprado foi idealizada no fim do século XVIII. Hoje, com os grandes avanços nos materiais e aos desenhos, transformaram-se em pequenos recursos ópticos colocados na face anterior do olho com excelente facilidade de adaptação.

3 tipos de lentes básicas:

– Lentes de contato rígida (gás permeável);

– Lentes de contato gelatinosa;

– Lentes de contato híbrida.

Quais são as principais indicações de lente de contato? 

– Acuidade visual: a acuidade visual nas lentes bem adaptadas melhor que a alcançada por óculos;

– Função corretiva: nas grandes irregularidades corneanas por cicatrizes, ceratocones avançados e degenerações;

– Efeito terapêutico: são usadas para tratamento de edemas corneanos. Para alguns casos do olho seco e para proteção do atrito córneo-palpebral;

– Efeito estético: para mudar a cor dos olhos durante seu uso;

– Efeito cosmético: corrige distorções de coloração e formato do olho.

Lentes de contato especiais:

– Para albinismo com filtragem dos raios solares;

– Para oclusão ocular em casos de visão dupla (diplopia);

– Na ortoceratologia, lentes de desenhos especiais que são usadas ao dormir e retiradas no outro dia com obtenção de boa visão durante o dia seguinte.

Cada tipo de lente de contato tem indicações precisas definidas pelo médico, após cuidadosa investigação clínica e exames complementares. Toda lente de contato não deixa de ser um corpo estranho e, portanto, deve ser testada, adaptada e acompanhada por um oftalmologista.

“Adaptação de lente de contato é um ato médico”.

Saiba como cuidar da sua lente de contato

Para o bom uso das lentes é necessário uma série de cuidados básicos que devem ser seguidos criteriosamente pelo usuário, sob o risco de aparecerem complicações indesejáveis e, até mesmo, perigosas aos olhos:

– Lave bem as mãos antes de manusear as lentes;

– Lave as lentes somente com os produtos de limpeza indicados pelo oftalmologista;

– Mantenha o estojo das lentes sempre limpo, trocando-o regularmente;

– Nunca limpe as lentes com água corrente ou saliva;

– Não deixe as lentes entrarem em contato com substâncias gordurosas, como creme, pomadas ou produtos em aerossol;

– Mantenha sempre o protetor do ralo na pia ao manipular as lentes;

– Não ultrapasse o tempo de uso sugerido pelo médico;

– Sempre que os olhos irritarem demasiadamente, suspenda o uso das lentes e procure o oftalmologista;

– Evite pegar as lentes com objetos pontiagudos ou com as unhas;

– Para evitar o contato do sabonete com as lentes, feche bem os olhos durante o banho e/ou ao lavar o rosto;

-Devido ao alto risco de contaminação, deve-se evitar o uso de lente de contato em saunas;

– O uso de óculos escuros sobre as lentes de contato não é obrigatório, mas pode trazer mais conforto durante o uso em ambientes muito claros.